Translate

domingo, 10 de novembro de 2013

GEORGE: O FILHOTE DE MÃE DA LUA, Nyctibius griseus

Já há algum tempo sabemos da existência do mãe-da lua  Nyctibius griseus habitando o manguezal existente no campus da Ufes, inclusive já postamos aqui fotos do bicho. A novidade mais recente sobre esse mãe da lua  foi que ele criou um  filhote,o qual, apelidamos de George, e desde então temos presenciado o crescimento do bichinho.


Nessa foto, tirada em outubro passado, pudemos perceber que tinha um filhote debaixo dessa barriga de penas do urutau. Na ocasião, o George estava muito novinho e não pudemos ve-lo com clareza. Algum empo depois, eis que conseguimos ver o George sozinho e já adotando a postura tipica da espécie:



George é uma criança encantadora! Pequenininho e já com postura de adulto!. Essa foto foi tirada no final de outubro. Mais recentemente, fizemos  foto à noite, quando o filhote estava sendo alimentado pela mãe:




Finalmente, hoje George  recebeu visitas importantes. Foi entrevistado pela TV GAZETA afiliada da Rede Globo aqui em Vitória e vai aparecer ao vivo em participação com os membros do COA-ES. Mais fotos atuais do rebento:



Mais tarde, por volta das  11hs. com o sol escaldante, George  pode nos mostrar  outra de suas peculiaridades, a respiração com o bico aberto como forma de suavizar o calor:



E assim terminamos esse relato, desejando  longa vida a George e seus familiares. Um abração pessoal!

José Silvério.

2 comentários:

  1. Que lindo! Essa ave pra mim tem um significado muito importante, na minha infância minha mãe sempre contava história da roça, em que a noite quando a lua apontava no céu, a Mãe da lua voava e fazia seu canto(mãe fui fui), era encantadora a história da minha mãe, era como se essa ave fosse mística, mitológica. E quando vi a reportagem no jornal a gazeta que na UFES, estava um filhote de Mãe da lua, eu chorei ao ouvir o seu canto, igual ao que minha mãe falava.

    ResponderExcluir

Muito obrigado pela visita e comentário!